Como Saber Se a Criança Tem Dislexia? Guia 2022

por

Como pais, sempre iremos nos preocupar com os nossos filhos, e ajudá-los quando precisarem, principalmente enquanto ainda são muito novos.

Isso porque, enquanto ainda são novos, não possuem conhecimento e vivência suficiente para saber certas coisas.

Assim, os pais ficam sempre por perto, monitoram o crescimento e o desenvolvimento dos seus filhos para poder saber quando precisam de ajuda.

como saber se a crianca tem dislexia

Mas como saber se o seu filho realmente precisa de uma ajuda, ou se é uma dificuldade natural que faz parte do seu crescimento?

Pode ser que o meu filho tenha uma dificuldade normal para qualquer um aprendendo algo novo, ou pode ser que ele esteja com um problema maior.

No artigo de hoje a mãe experiente te diz: como saber se a criança tem dislexia?

A dislexia é classificada como um transtorno de aprendizagem, não significando que seu filho irá aprender menos ou ser menos inteligente.

Mas ele pode precisar de um auxílio maior para poder aprender certas coisas como ler e escrever.

E essa pode ser uma das formas de identificar possíveis sintomas para, após, levá-lo a um especialista para ser examinado.

Quer saber mais?

Não deixe de ler o restante do artigo!

Como Saber se a Criança tem Dislexia?

O diagnóstico não é tão simples, por ser um quadro clínico, não é possível fazer qualquer exame que possa detectar a dislexia.

Deve ser feito um acompanhamento com o pediatra, psicólogo, e testes que possam identificá-la.

Bem como excluir outros quadros que possam ter sintomas parecidos, como o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

Mesmo com a necessidade de profissionais especialistas para o diagnóstico correto, há alguns indicativos que podem ser observados.

Para que, assim, seja buscado o diagnóstico.

Veja alguns com a mãe experiente.

Você também pode, complementarmente, consultar o site especializado em psicologia Vittude para mais informações.

Dislexia em Crianças Antes de Ir à Escola.

  • Atraso para a criança aprender a falar;
  • Fala enrolada de difícil entendimento’
  • Atraso para aprender atividades motoras, como sentar, engatinhar;
  • Ser desengonçado, e falta de coordenação motora;
  • Esquecimento de palavras do dia-a-dia;
  • Omissão frequente das sílabas para falar;
  • Desinteresse em livros e histórias impressas;
  • Troca de sons ao pronunciar as palavras;
  • Dificuldade em nomear cores;
  • Dificuldade de concentração.

Dislexia em Crianças na Escola.

  • Dificuldade na alfabetização;
  • Dificuldade na memorização;
  • Dificuldade para nomear letras e números;
  • Leitura em voz alta bem devagar, com várias pausas e dificuldade;
  • Dificuldade para compreender frases e textos próprios para a sua idade;
  • Ao escrever, trocar as letras com sons parecidos;
  • Ao escrever, apresenta repetições ou omissões;
  • Soletra de forma fonética e inconsistente;
  • Problemas de ortografia;
  • Dificuldade com direita e esquerda, cima e baixo, frente e trás;
  • Desorganização com os estudos;
  • Dificuldade para manuseio dos materiais escolares, como mapas e dicionários;
  • Dificuldade para copiar textos;
  • Dificuldade para produzir textos coerentes;
  • Vocabulário básico;
  • Leitura com compreensão reduzida;
  • Precisa seguir a linha do texto com o dedo;
  • Queixa-se da leitura;
  • Se esquece facilmente e se perde no espaço e no tempo;
  • Dificuldade para ler as horas e sequências;
  • Precisa dos dedos para fazer contas
  • Dificuldade para soletrar.

O Que Pode Acontecer Quando Já For Adulto?

Muitas vezes pode acontecer da dislexia não causar uma dificuldade grande o suficiente no aprendizado, para que seja necessário buscar ajuda.

Apesar do diagnóstico ser mais comum enquanto criança, há casos de adultos que descobrem possuir dislexia.

sintomas de dislexia em criança

E no caso dos adultos isso pode lhes afetar da seguinte forma:

  • Dificuldade e demora para ler um livro;
  • Pular os finais das palavras ao ler;
  • Dificuldade de raciocínio na hora de escrever;
  • Dificuldade para fazer anotações;
  • Dificuldade para acompanhar o raciocínio de terceiros;
  • Dificuldade para fazer contas de cabeça;
  • Dificuldade para gerir o tempo;
  • Dificuldade na escrita e compreensão de textos.

Quais as Consequências da Dislexia?

Como visto, a dislexia será um dificultador do aprendizado, o que não significa que a pessoa que possui dislexia não terá capacidade de aprender nada.

Muitos disléxicos possuem QIs altos e são bem sucedidos.

Porém quanto antes for identificado esse transtorno, maior será o suporte para essa criança superar a dislexia.

Em casos de dislexia mais severa, a criança pode não só sofrer com a dificuldade de aprender e acompanhar as aulas,

Mas também pode ter dificuldades sociais com as outras crianças.

Já que a sua dificuldade para ler e escrever, dentre outras, pode acabar se tornando motivo de risada.

Pelas outras crianças que ainda são muito novas para entender.

É claro que nesse caso, a escola deve ser presente, comunicar os pais e intermediar para que não ocorra chacota.

Mesmo assim, é importante notar que o diagnóstico deve ser feito o quanto antes. 

Já que a dislexia causa muitas dificuldades que podem se tornar um peso, e um desmotivador.

Já para casos mais leves de dislexia, pode ser que seja mais difícil de se perceber, e não tenha tantas consequências na vida prática.

Da mesma forma, ainda é recomendado o diagnóstico para que a pessoa possa entender a razão das suas dificuldades.

E assim poderá superá-las de forma mais fácil.

Como Fazer o Diagnóstico o Quanto Antes?

Para fazer um diagnóstico cedo, é essencial notar se o seu filho demonstra características de dislexia já enquanto bebê / criança.

Um dos principais identificadores da dislexia será a fala, ou seja, o atraso na fala, sendo este o principal.

Omissões frequentes de sílabas na fala, trocas fonéticas tardias, fala de forma enrolada ou ininteligível.

Perceba ainda: falta de coordenação, crianças mais desastradas e esquecidas, que se confundem facilmente com coisas simples.

Ao perceber esses fatores, consulte um pediatra e peça auxílio para o diagnóstico.

Como É Diagnosticada a Dislexia?

No geral, o diagnóstico é feito com testes, e questionários a serem respondidos por pais, professores e demais pessoas do convívio da criança.

Além do médico pediatra da criança, também pode ser necessário o acompanhamento do psicólogo para o diagnóstico e até para posterior tratamento.

E o acompanhamento neurológico, já que a parte do cérebro que é afetada.

De acordo com as respostas fornecidas, podem ser feitos questionários complementares para descartar outros quadros.

Como o déficit de atenção, transtornos emocionais e até problemas de visão.

Então, Como Saber se a Criança Tem Dislexia?

como diagnosticar dislexia em criança

O diagnóstico oficial só poderá ser feito por médicos especialistas.

Sendo que você pode solicitar ao pediatra regular do seu filho que indique como prosseguir.

Isso porque pode envolver diferentes especialistas, tanto da área da psicologia quanto da área de neurologia.

Em geral, o diagnóstico é feito com testes e questionários para saber como é o funcionamento neurológico da criança no dia-a-dia.

Para solicitar o diagnóstico, você pode fazê-lo se notar algumas dificuldades no aprendizado do seu filho, principalmente no que se trata da leitura e da escrita.

A característica mais marcante da dislexia que pode ser percebida ainda enquanto criança é o atraso na fala.

A fala enrolada ou ininteligível, falta na coordenação, entre outros.

Você pode perceber uma criança com mais dificuldade não só na fala, mas no raciocínio.

Dendo uma criança que se esquece rapidamente, se perde, se atrapalha, é desengonçada, e etc.

É recomendado o diagnóstico o quanto antes para que a criança possa ser orientada quanto às suas dificuldades.

E não “fique para trás” em relação à turma.

Para informações adicionais, consulte também o site tua saúde que fornece vários dados por especialistas.

Separei também para você um artigo com experiências que podem ser usadas para educação infantil, para ajudar você no processo de educação do seu filho.

Jussara Santos

Jussara Santos

Jussara Santos, membra da comunidade Mãe Experiente, é mãe de 3 meninas lindas. A Bella, Julia, e Marta. Com mais de 10 anos sendo auxiliar de creche, Jussara se apaixonou em ajudar crianças e trazer conhecimento para suas respectivas mães. No seu tempo livre, Jussara adora levar as meninas para brincar na praia.