Melhores Patins Infantis | Guia Completo

por

Vamos conferir os melhores patins infantis para crianças.

Acredito que como eu você deva pensar em maneiras de afastar seus filhos do celular e estimular brincadeiras ao ar livre e esportes.

Um dos jeitos que encontrei de fazer meus filhos se exercitarem enquanto se divertem foi comprando um patins para eles.

O que eu mais recomendo é o Patins Infantil Roller 4 Rodas que vem com equipamento de segurança e proporciona mais equilíbrio, evitando quedas.

Vamos juntas analisar outros modelos e descobrir o melhor patins para o seu filho. 

E não deixe de conferir nosso guia de compras no final do artigo, com diversas dicas.

Os melhores patins infantis

Patins infantil Roller 4 Rodas  (Melhor patins infantil)

Kit Roller Mor (Melhor para custo benefício)

Patins Turma da Mônica (Melhor para iniciantes)

Patins Inline Ajustável Shift Boy Roller Derby (Melhor para uso em pavilhões esportivos)

Patins Infantil Roller 4 Rodas

Melhor para: Melhor em Geral

Peso máximo suportado: Não informado

Tamanho da bota: Do 29 ao 32

Acompanha equipamento de segurança: Sim

Esse é um dos modelos mais completos do mercado atualmente.

Ele vem acompanhado de um kit de segurança composto por capacete, joelheiras e cotoveleiras.

É muito confortável e além de possuir presilhas que se ajustam ao pé, também conta com cadarço.

Para impedir que o patins escape do pé da criança durante o passeio.

O freio é na frente, o que ajuda a diminuir a velocidade e trás mais segurança para os pequenos.

Além disso, ele possui 4 rodas para aumentar o equilíbrio.

Ideal para as crianças que estão aprendendo a andar de patins.

Ele é recomendado para crianças a partir de 12 meses.


Kit Roller Mor

Melhor para: Custo benefício

Peso máximo suportado: 50 kg

Tamanho da bota: Do 30 ao 33

Acompanha equipamento de segurança: Sim

Esse além de ser barato, vem também com equipamentos de segurança para garantir a proteção dos pequenos.

Sendo composto por capacete e duas joelheiras.

Além disso, o formato e material dele permite que a criança dobre o pé sem risco de torcê-lo.

A bota pode ser ajustada conforme o tamanho do pé da criança, indo do 30 ao 33, acompanhando o crescimento.  

Na caixa ainda vem uma mochila, onde é possível guardar os patins para levar em passeios.


Patins Turma da Mônica

Melhor para: Crianças iniciantes

Peso máximo suportado: 60 kg

Tamanho da bota: Do 30 ao 33

Acompanha equipamento de segurança: Não

O destaque desse modelo é seu poder de adaptação, que permite que as crianças aprendam a ter equilíbrio.

Isso porque é possível mudar as rodinhas de lugar, deixando elas enfileiradas, para quando as crianças já pegam experiência.

Ou deixando duas rodinhas embaixo do calcanhar e uma na ponta do pé, dando mais equilíbrio, ideal para as crianças que estão aprendendo a usar o patins.


Patins Inline Ajustável Shift Boy Roller Derby

Melhor para: Usar em pavilhões esportivos

Peso máximo suportado: Não informado

Tamanho da bota: Do 32 ao 36

Acompanha equipamento de segurança: Não

Ele é perfeito para passeios em pavilhões esportivos, isso por causa do seu rolamento GForce e suas rodinhas de uretano.

Que oferecem uma aderência perfeita para as pistas que são encontradas nesses pavilhões.

Por isso seu filho não vai correr risco de escorregar nessas pistas mais lisas e planas, evitando quedas e protegendo seu pequeno.

Outra vantagem é que a bota se ajusta ao tamanho do pé, podendo ser usada nos tamanhos 32 ao 36.


Com que idade meu filho pode ter um patins?

As crianças só conseguem se equilibrar totalmente, controlando todos os movimentos do corpo, por volta dos 4 ou 5 anos.

Por isso, é recomendado que você espere até essa idade para incentivar seu filho a andar de patins.

Como escolher o melhor patins infantil?

Existem alguns fatores primordiais na hora de escolher um patins para crianças e vamos analisar ele agora.

Segurança

Considere o tamanho das rodas do patins.

As rodas menores têm um centro de gravidade mais baixo, o que proporciona maior estabilidade. 

Elas também são mais lentas do que rodas maiores, o que é ótimo para crianças que ainda estão aprendendo a andar de patins.

Observe a dureza das rodas dos patins. 

Quanto mais macias as rodas, melhor fornecem tração em superfícies lisas. 

Rodas macias também absorvem solavancos de superfícies irregulares ao patinar na rua ou calçadas.

Finalmente, olhe para o sistema de freio do seu patins. 

Os patins inline, com rodas enfileiradas, têm uma folga na parte traseira.

Enquanto os patins quad, de 4 rodas, têm um freio na frente. 

Quanto maior o freio, mais fácil será para seu filho usar.

Tamanho

A melhor opção para crianças são patins com ajustes de tamanho, que podem ser usados por mais tempo.

Eles devem ser confortáveis e nunca devem ficar apertados ou folgados demais.

Lembre que seu filho usará meias ao patinar, portanto considere isso na hora de escolher um tamanho.

Modelo

Existem patins em forma de tênis, que não cobrem o tornozelo, e patins com cano alto, que cobrem o tornozelo.

Embora isso se encaixe mais em uma questão de estilo e preferência.

Os modelos de cano alto podem dar mais firmeza e diminuir os riscos de lesões no tornozelo.

Material

Os patins com botas de couro podem parecer muito justas no início, mas isso permite que elas se moldem ao formato do pé do seu filho conforme ele as usa.

Isso pode deixar seu patins mais confortável a longo prazo. 

Os patins de couro resistem bem e são bons para uso em pavilhões e na rua.

As botas de camurça moldam-se ao pé da mesma forma que o couro, mas podem ser danificadas mais facilmente pela água e sujeira. 

Isso os torna melhores apenas para uso dentro de casa, ou em pavilhões.

Já as botas de  material sintético são fáceis de limpar, cabem bem e são adequadas para uso na rua ou em pistas próprias.

Qual o melhor patins infantil?

O melhor é o Patins Infantil Roller 4 Rodas.

Que vem com kit completo de segurança, dá mais equilíbrio e impede que a botinha escape do pé durante o passeio.

Photo of author

Marcia Toledo

Mãe de 3, madrasta de 2 e avó de 4 me deu o titulo de Mãe Experiente. Depois de pura pressão social, decidi compartilhar meus conhecimentos sobre ser uma mãe e ter uma familia.