Melhor Protetor Solar Infantil | Guia Completo

por

Vamos descobrir qual é o melhor protetor solar infantil.

Uma coisa com a qual eu sempre me preocupei foi em proteger meus filhos dos raios solares malignos à pele.

Por isso já testei vários protetores solares para crianças e tive várias conversas com a dermatologista.

E pensando em ajudar você que não sabe qual opção escolher, listei os melhores protetores que já usei.

O melhor deles é o protetor Anthelios Dermo Pediatrics da marca francesa La Roche-Posay.

Que não dá alergia, é fácil de espalhar, não deixa a pele grudenta e é resistente a água.

Ele é encontrado facilmente no Brasil, e você pode testá-lo sem medo.

Para conferir a lista completa e algumas dicas importantes, continue lendo.

Os Melhores Protetores Solares Infantis

Anthelios Dermo Pediatrics La Roche Posay (Melhor protetor solar infantil de em geral)

Sundown Protetor Solar Kids Color (Melhor para custo benefício) 

Protetor Solar Infantil Episol (Melhor para aplicar no rosto)

Avene Protetor Solar Infantil (Melhor para aplicação mais rápida)

Anthelios Dermo Pediatrics La Roche Posay

Melhor para: Melhor em Geral

Proteção FPS: 60

Quantidade: 120ml

Faixa etária recomendada: A partir dos 6 meses

Essa marca francesa é uma das melhores no mercado de cosméticos e o protetor solar infantil não fica atrás.

É um dos poucos com a fórmula 100% mineral.

Por isso ele é muito indicado para as crianças com peles sensíveis a produtos químicos.

Na composição também tem água termal que relaxa e refresca a pele, mesmo estando sob sol. Cuidando da pele e do conforto do seu filho.

Ele ainda protege dos raios UVA e UVB por mais de 5 horas. 

Garantindo que você não precise interromper a diversão das crianças para repassar o protetor.


Sundown Protetor Solar Kids Color

Melhor para: Custo benefício

Proteção FPS: 60

Quantidade: 120ml

Faixa etária recomendada: Não informado

A proteção do Sundown é 9 vezes mais alta do que a maioria dos protetores infantis, ideal para um passeio na praia, ou um mergulho na piscina.

O maior destaque desse protetor, além do preço, é sua proteção contra água e suor. Ou seja, as crianças vão brincar no sol sem serem perturbadas.

Ele é diferente dos outros porque tem uma cor rosa, que se destaca na pele e permite que você passe em todo o corpo.

Já que poderá ver onde ficou faltando.

Ele é capaz de proteger seu filho por até 6 horas, que é um longo período para um protetor solar. Além de ser dermatologicamente testado.

Por isso, ao escolher esse produto, você pode ter certeza de estar comprando um produto de qualidade.


Protetor Solar Infantil Episol

Melhor para: Aplicar no rosto

Proteção FPS: 70

Quantidade: 100g

Faixa etária recomendada: A partir dos 6 meses

A melhor parte desse protetor é que sua fórmula não arde o olho. Então sua criança pode passar o protetor sozinha no rosto, sem risco de arder o olho.

Outra vantagem é que ele possui fator FPS 70, que significa proteger seu filho dos raios solares por ainda mais tempo. 

Ele também não contém corantes e nem parabenos, portanto não irrita a pele e nem causa alergias.

Por isso você pode usar ele no seu filho todos os dias.


Avene Protetor Solar Infantil

Melhor para: Aplicação mais rápida

Proteção FPS: 50

Quantidade: 200ml

Faixa etária recomendada: A partir dos 6 meses

Esse protetor é em spray, por isso é muito mais fácil de aplicar e espalhar.

Ele é facilmente aceito pelas crianças, pois não deixa a pele grudenta e nem esbranquiçada, coisas que as incomodam bastante.

A proteção dele é FPS 50, por isso a recomendação é reaplicar a cada 4 horas. 

Mas isso muda se seu filho estiver dentro d’água. 

Nesse caso, você precisará repassar o protetor a cada 2 horas.

Porém ele continua fazendo efeito dentro da água, mesmo que por um período reduzido.

Então você poderá nadar com seu filho tranquila, sabendo que ele está protegido.


Como escolher o melhor protetor solar infantil?

Antes de te contar algumas coisas que você deve analisar, gostaria de fazer um alerta.

Embora existam protetores solares de FPS 70, 90, etc. O ideal é que você escolha os produtos com FPS de 15 a 30.

Embora pareça estranho falar isso, estudos mostraram que protetores solares que dizem possuírem uma proteção elevada.

Na realidade, protegem muito menos do que o informado na embalagem. [1]

Dito isso vamos aos pontos que devem ser analisados.

Ingredientes

Um estudo americano concluiu que somente dois ingredientes de protetores solares são seguros. [2]

São eles: Dióxido de titânio e Óxido de zinco.

Pois eles refletem os raios UVA e UVB, impedindo que a pele os absorva, protegendo nossa saúde.

Também foram constatados dois ingredientes com potencial alérgeno, e que portanto devem ser evitados.

São eles: PABA e Salicilato de trolamina.

Portanto, lembre dessas informações na hora de realizar sua compra.

Diferença entre protetor solar químico e mineral

Os protetores solares químicos tendem a absorver os raios solares.

Enquanto os protetores com fórmulas minerais bloqueiam esses raios do sol.

Sendo assim, os protetores minerais são indicados para quem tem a pele sensível.

Já os químicos, são mais adequados a crianças mais velhas e sem problemas de pele.

À prova d’água

Protetores solares à prova d’água resistem não somente à praia e piscina, mas também continuam protegendo mesmo com a pele suando.

Porém, eles não são realmente à prova d’água, somente resistentes. 

Sendo assim, o período para repassar o protetor solar será menor quando seu filho estiver dentro da água ou soando, como no futebol.

Para saber quando reaplicar o protetor, consulte a embalagem.

Tipos de protetores solares

Creme: são os mais comuns, são fáceis de serem absorvidas e mais fáceis de aplicar.

Spray: embora pareça mais prático, muitos o utilizam de forma errada.

Ao aplicar o protetor em spray, é preciso espalhar com a mão, coisa que muitas pessoas não fazem.

E o uso desse tipo de protetor no rosto não é indicado, pois pode ser inalado pela criança.

Qual a diferença do protetor solar infantil e do adulto?

Alguns protetores solares têm fórmulas mais suaves do que outros e, apesar do nome, os protetores solares para adultos funcionam bem para crianças e vice-versa. 

Tudo se resume à sensibilidade da pele do seu filho, ou falta dela, a uma forma mineral ou química.

Além disso, os produtos infantis podem ter vantagens, como não arder os olhos, cheirinhos de frutas e etc.

Com que frequência devo passar o protetor solar no meu filho?

O ideal é passar o protetor solar de 20 a 30 minutos antes de sair ao sol.

E deve ser reaplicado no mínimo a cada 2 horas, ou pelo tempo indicado na embalagem do produto.

É importante que se passe o protetor solar em todo o corpo, mesmo em áreas que ficarão cobertas.

Além do protetor solar, como posso proteger meu filho do sol?

Evite expor seu filho ao sol nos períodos em que os raios ultravioleta estão mais fortes, entre 10h e 16h.

Além disso, você pode:

  • Usar roupas e chapéus com proteção solar
  • Recorrer a um chapéu com aba larga e proteção de pescoço
  • Apostar dos óculos com proteção solar confirmada em ótica
  • Passar protetor solar labial na boca
  • Evitar medicamentos como descongestionantes e tratamento contra acne [3]

Qual o melhor protetor solar infantil?

O melhor é o Anthelios Dermo Pediatrics da marca francesa La Roche-Posay.

Que é resistente à água e ao suor, é fácil de aplicar e não dá alergias.

Photo of author

Marcia Toledo

Mãe de 3, madrasta de 2 e avó de 4 me deu o titulo de Mãe Experiente. Depois de pura pressão social, decidi compartilhar meus conhecimentos sobre ser uma mãe e ter uma familia.