O Que é Puerpério Emocional? Guia 2022

por

O puerpério emocional é um termo que vem sendo bem discutido no mundo das mamães e entre os psicólogos.

Por ser um termo relativamente novo, muitas mulheres ainda não sabem o que de fato significa e se pode ter ou estar desenvolvendo isso.

Por esse motivo, pedi a uma amiga que é psicóloga, para me explicar mais sobre o que é o puerpério emocional e quais são os seus sintomas, se ficou interessada no assunto é só continuar lendo.

puerpério emocional

Puerpério emocional

O puerpério emocional é uma fase difícil que ocorre com muitas mamães.

Onde a mãe sofre muito com situações de diminuição do útero, descamação da decídua, sangramento vaginal e a super produção de leite materno

Além, desses problemas físicos, vem também o cansaço, o esgotamento emocional e a dificuldade do dia a dia da mãe cuidar do bebê, além de também da falta de sono.

Então, caso você ache que está passando por isso, abaixo irei dizer mais sobre o que é o puerpério emocional.

O que é o puerpério emocional?

O puerpério emocional além do que eu citei sobre o que acontece durante e após a gravidez é nada mais nada menos que hormônios.

É quando ocorre uma mudança brusca e forte nesses hormônios durante e também depois da gravidez.

Onde a mulher, no caso a mãe, vai sentir uma mudança brusca em suas emoções, em sua amamentação, em seu corpo gravídico e no não retorno ao seu corpo antes da gravidez.

A mulher durante esse puerpério pode sentir: extremo cansaço, tristeza, solidão e também desamparo.

Quais são os puerpérios?

o que é o puerpério emocional

Além de tudo isso existem outros tipos, e variações de sentimentos, e também acontecimentos de cada um.

Aqui irei dizer quais são os tipos, e onde/o que afeta, eles são:

Baby Blues:

O baby blues ocorre em 50% das grávidas, após uma semana do parto, ligada por questões hormonais.

Geralmente causa uma espécie de depressão, muito presente a tristeza, choro, ansiedade, exaustão e etc.

Não requer tratamento médico no início, geralmente apenas muito amor, carinho e afeto.

É importante que a mamãe seja muito bem cuidada, pois a mulher que sofre de baby blues tem maior chance de desenvolver depressão pós parto.

Psicose puerperal: 

A psicose puerperal é o mais grave, onde afeta o mental da mãe, atinge geralmente 0,1% a 0,2% das mães, e se desenvolve rapidamente, podendo começar nos primeiros dias.

Apesar de muito confundida com a depressão pós parto a psicose é mais grave.

Pois ela causa uma ruptura com a realidade, onde causa delírios e alucinações, além de causar ideias persecutórias e confusão mental.

Em casos mais graves ainda a mãe pode não reconhecer seu bebê, além de não reconhecê-lo também como “seu bebê”, ou seja o reconhecer como o seu filho.

Nesses casos a mãe pode pensar e ter ideias de cometer infanticidio.

Em casos mais “leves”, por assim dizer, pode ser tratado com terapia, medicação e psicoterapia.

quais os tipos de puerperio

Depressão pós parto: 

A depressão pós parto ou DPP como já diz o nome “depressão”, é um caso piorado do baby blues onde os sintomas são mais profundos, são causados em 50% das mães.

Além dos sintomas mais profundos que o do baby blues pode desenvolver, também desenvolve a ansiedade para cuidar do bebê, de ser uma “boa mãe”, como exemplo.

A mãe se preocupa sobre ele estar bem, se pode cuidar dele, se tem capacidade, além de outros sintomas como desinteresse e insônia.

Em alguns casos a mãe tem pensamentos suicidas e utilizam substâncias, o tratamento é igual o da depressão, utiliza-se antidepressivos e acompanhamento psicológico.  

Conclusão

Infelizmente, o puerpério emocional atinge muitas mulheres durante e após a gravidez, pelo fato da grande mudança de hormônios que ocorre nessa fase.

É muito importante que você se atente aos sinais e procure ajuda o mais rápido possível para que os sintomas não piorem. 

Além disso, se você é algum familiar que suspeita que a mulher está passando por isso, é muito importante dar todo o apoio possível durante e após a gestação pois é um momento muito sensível.

Temos também um artigo completo mostrando o que a mãe pode fazer para aumentar seu amor próprio após a gravidez.

Jussara Santos

Jussara Santos

Jussara Santos, membra da comunidade Mãe Experiente, é mãe de 3 meninas lindas. A Bella, Julia, e Marta. Com mais de 10 anos sendo auxiliar de creche, Jussara se apaixonou em ajudar crianças e trazer conhecimento para suas respectivas mães. No seu tempo livre, Jussara adora levar as meninas para brincar na praia.